Histórias de Heróis – O “Embaixador dos Cães Sem-Teto”

Histórias de Heróis – O “Embaixador dos Cães Sem-Teto”

Oscar esteve nas ruínas de Machu Picchu, foi à Muralha da China, navegou pelo Rio Amazonas, voou de asa-delta no Rio de Janeiro e se esbaldou nas águas da Fontana di Trevi, em Roma. Durante oito meses, em 2009, o pequeno Oscar e sua tutora, Joanne Lefson, passaram por 42 países e visitaram mais de 60 entidades protetoras dos animais. A jornada, registrada nas redes sociais, pretendia chamar atenção para os cães abandonados mundo afora – um número que beira os 500 milhões. Oscar, aliás, era um deles. Vivia num abrigo da Cidade do Cabo, na África do Sul, quando Joanne o adotou.

Ao se tornar o cachorro mais viajado do planeta, Oscar também ganhou a fama de embaixador internacional dos cães sem-teto. Em 2013, ele faleceu ao ser atropelado por um carro, mas sua história virou livro: Ahound the World: My Travels with Oscar, inédito no Brasil. Ex-jogadora de golfe e amante da natureza, Joanne lidera projetos de defesa dos animais. Em um deles, ela levou Rupee, um labrador que revirava lixões em Ladakh, na Índia, a se aventurar no acampamento-base do Everest – localizado a 5 mil metros de altitude. A imprensa noticiou o fato como se eles tivessem escalado os quase 9 mil metros da montanha mais alta do mundo – algo improvável para um cão. Mas isso não tira o valor da luta encampada por Joanne.

Foto: Reprodução Facebook

Deixe uma resposta

Fechar Menu